quarta-feira, 31 de julho de 2013

Meu Eu amor

"E que a minha loucura seja perdoada.
Porque metade de mim é amor e a outra metade... também."


É nesse oceano de amor, me fazendo amor, que escolho me doar inteiramente pra você. Inundando seu ser com todo esse amor em excesso dentro de mim.
Amor esse que  tento controlar, tento não exceder, mas ele tem vida e vontade própria, e assim como eu ele é apaixonado por você, te ama sem que eu o incentive a isso. 
Meu Eu amor, te ama sem esforço nenhum, é assim naturalmente. 
E mesmo que não existisse 'eu' meu Eu amor te amaria, o passar dos dias têm me provado isso. 
A gente sabe que é amor, quando acordar sem a pessoa do lado começa a doer e incomodar.
A gente sabe que é amor, quando o desejo da gente é fazer como o Pequeno Príncipe e colocar nosso amor dentro de uma redoma de vidro, e protegê-lo do mundo.
A gente sabe que é amor, quando todas as músicas românticas nos remetem à pessoa. 
A gente sabe que é amor, quando percebe que enfrentaria um exército por esse amor.
A gente sabe que é amor, quando você sente saudade do cheiro, do toque...
Hoje tenho certeza, tudo o que eu vivi até aqui foram caminhos que me levariam diretamente a você. Independente dos labirintos em que já entrei, independentes das ruas sem saídas que já me encontrei, tudo foram pontes pra que eu chegasse até você.
E que bom que cheguei, que bom que me encontrou, que bom que nos encontramos.
Meu Eu amor sorri quando lembra do seu sorriso.
Meu Eu amor quer morar no seu abraço, quer se fundir a você pra não mais sentir saudades, pra não mais se entristecer com as partidas, e a distância.
Meu Eu amor, quer você aqui, e Ele já se decidiu. Vai te amar pra sempre.
Por que metade de mim te ama, e outra metade também! 


"Pra você guardei o amor 
que aprendi vendo meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor que arco-íris
Risca ao levitar"
 ♫♪